segunda-feira, outubro 12

O poder da pontuação


Ontem reparei que pendurado numa ponte esvoaçava uma (grande) declaração de amor… num pedaço de pano podia, em letras gigantes, ler-se “ADOROTE DAVID” …. Que pensaria grande parte de nós??? “Burra, Adoro-te tem tracinho”, mas o meu pensamento desviou-se desse caminho, não fui por aí, não fui pela única e simples razão de que me veio imediatamente à memória as estórias contadas entre 3 queridas amigas noite dentro, onde uma vez, entre confidencias e gargalhas veio à baila um certo e determinado post-it deixado em jeito de surpresa colado no monitor do computador do irmão … as palavras eram as mesmas, escritas errada mas sentidamente “ADOROTE *****” desta feita a autora foi chamada à atenção pela nossa amiga… “Adoro-te tem tracinho!!!” onde lhe responderam prontamente “Entre mim e o teu irmão não há tracinhos” … rimos a bom rir!!!

Depressa se chega à brilhante conclusão que palavras leva-as o vento … e a pontuação ??? A pontuação leva-a o amor… ou será mesmo só a ignorância????

3 comentários:

PKB no T12 disse...

Eu voto pela ignorância... mas o Amor é daquelas coisas...

Eduarda disse...

diz que é cego... uma cegueira selectiva :)

paula'maria disse...

gostei da teoria :)