terça-feira, março 24


Um dia já nem sei bem porque, ou sei e não quero saber, gritaram-me bem alto isto:


Eu para sentir é preciso muuuuuuuuito!


Isto fez-me tanto eco que ouvi aquele grito durante muito muito tempo e batia-me fortemente o muuuuuuuuito muuuuuuuuito muuuuuuuuito, engraçado que ainda hoje a resposta que tenho a isto é igualzinha à que tive naquele dia e sou capaz de a gritar muito mais alto que o grito que ouvi naquele dia ...


Eu, para sentir não é preciso nem muito nem pouco é só preciso sentiiiiiiiiiiir!


E este sentiiiiiir faz-me tanto ou mais eco que o muuuuuuuuito e se juntar os dois dá um estrondoso:


Sentiiiiiiiiiiir muuuuuuuuito!


Resta saber se é um sentir muito de pena se um sentir muito de prazer ...! São coisas que acontecem na vidinha de uma pessoa!

2 comentários:

SPC disse...

Muito boa memória fico espantado!

Cristiana disse...

Prodigiosa!