sábado, novembro 1

Não gosto de fazer uma escolha criteriosa das palavras, quem me conhece sabe que escrevo tal qual falo, quem um dia me vier a conhecer fica a saber que como escrevo é como falo, quem tiver a sorte de isso nunca acontecer já percebeu que a minha forma de escrever traduz a minha maneira de falar ... e hoje não me apetece escrever ou dizer nada, e como faço - quase sempre - o que me dá na cabeça, facilmente se verifica que este post serve para dizer m**** nenhuma ...

7 comentários:

PAULO LONTRO disse...

E acabaste por ser muito clara.
As merdas escritas servem sempre para alguma coisa...

LionMaster disse...

E diga-se que disseste merda nenhuma de uma forma bastante simpatica... :P

Beijocas e bom domingo

Rafeiro Perfumado disse...

Curioso, a mim dizem-me o mesmo, que ler-me é ouvir-me. Só não sei se estão a fazer uma crítica ou um elogio. Beijoca!

Rafeiro Perfumado disse...

Tiraram as letrinhas enervantes! YES!!!

Eduarda disse...

Paulito, eventualmente sim....

Lion, e o teu coma???


Rafeirinho, nunca vou saber se é elogio ou não... mas como dizia o outro "se é para agradar ou agradecer, vou embora"

Ja tiramos as letrinhas de ha uns tempos a esta parte... andas pouquinho aqui pela nossa casita.

Carla Silva e Cunha disse...

sempre muito interessante


http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

LionMaster disse...

O meu coma fo brutaaaal! :)
Divertime mas contive-me nos excessos... (tou a crescer) :P

Bjocaaaas