quarta-feira, julho 23

PARIS


Eduarda, especialmente para ti:
Paris, a mais prodigiosa cidade do Universo (Lutécia!!), independentemente de ser a primeira ou a vigésima vez que vais a Paris, permite-me algumas sugestões e desculpa se pecarem por repetitivas:
Um café na esplanada de esquina no inÍcio, a contar do Tunel de Alma, da Rua onde fica o George V (se lá quiseres ficar também não é má ideia, mas não esqueças o Le Crillon e o Ritz);
A Gare D'Orsay (e também o seu café;)
Um jantar num restaurante Grego, no Quartier Latin, com direito a partir o prato à saída;
O Museu Picasso;
Um passeio de Barco no Senna (É um pouco "provinciano" mas não te arrependerás);
Subir à torre Eiffel para constatar, ao vivo e a cores, que Paris é, de facto, O CENTRO DO MUNDO!
Um jantar no Le Tour D'Argent;
Uma visita ao Marché aux Puces, em Saint Ouen;
A Sacré Cour;
Se tiveres tempo, apanha o combóio e vai a Giverny visitar a casa museu de Claude Monet com visita, obrigatória, aos jardins que reconhecerás dos seus quadros.
E se tiveres ainda mais tempo vai Rouen, a cidade onde Joana D’Arc foi queimada em 1431, na Place du Vieux-Marché.
Bem e acho que já tens muito com que te entreter!!!
E obrigada não quero que me tragas nada.
Boas férias!
Diana
Foto de : Thiago Veras

4 comentários:

Cristiana disse...

Querida Diana,
Temos por certo que Paris é uma Cidade bonita e bem afamada ... Mas, e há sempre um mas, daí até ser O CENTRO DO MUNDO vai, para alguns, uma distância considerável! Até porque sei que a minha amiga recusa-se a subir o EMPIRE STATE, os "stades" diz que não a fascinam ... Ai sim vislumbraria o CENTRO DO MUNDO moderno!
PARIS também já poderá ter sido considerado o CENTRO DO MUNDO no séc das luzes, não discuto, mas agora falamos de outros centros e de outros mundos ...
E isto é porque a minha amiga já não foi a tempo das Twin Towers!!

BJINHOS

Diana disse...

De facto os "States" também não me fascinam!
E concordo, para alguns, Paris poderá não ser o CENTRO DO MUNDO; Na mesma perpectiva com que para outros alguns sempre o será!
Beijos,
Diana

ph 12 disse...

desculpem la acabar com a vossa festa mas essas futilidades sao absolutamente acessorias uma vez que cada qual elege o seu centro do mundo conforme as suas preferencias pessoais. O centro do mundo se efectivamente assim o pudermos chamar existiu outrora e foi apenas um e chamava-se Portugal porque efectivamente fomos os primeiros a descobrir a influenciar e a deixar obra feita que ainda hoje se reconhece (com todos os prós e contras pois claro) Paris pode ser o que bem quizerem que seja mas para mim nao passa de um aglomerado de pedantes que ainda nao se recompuseram da vergonha de terem sido usados e abusados pelos alemaes e não fossem os "étrangères" que tanto detestam ainda hoje falavam alemao.
No que respeita aos States reconheço-lhes o mérito da liçao que deram ao mundo no 11 de setembro que e tao simplesmente o facto de tudo mas tudo pode ruir de uma hora para a outra tal como um castelo de cartas ou como as torres gemeas.

O centro do meu mundo e uma frase feita mas genuina: sao os meus filhos

agora vou a um outro centro que nao e em Paris ou em Nova York mas sim em Lisboa e chama se colombo.

Boas viagens ate aos vossos.

Eduarda disse...

QUEM ME TIRA NY TIRA-ME TUDO!!!