sexta-feira, maio 16

Tal mãe, tal filha

Sei eu e sabe Deus o que eu sofri com a minha maninha mais nova ... era ver as minhas adoradas tuchas (que saudades!!), sempre tão penteadinhas e bem arranjadas, serem violentamente privadas de um braçinho ou perninha.... e com a maior das paciências, tentei praticar a função de irmã mais velha, de lhe explicar por A+B que nos divertiriamos muito mais a brincar com as coisas inteiras...valeu pouco mais que nada!


Imaginem a minha surpresa quando constato que a filha da própria, minha sobrinha e afilhada, agora com apenas 8 meses já começa a destratar a bonecada ... e o Scuba, um dos bonecos preferidos (olha se não fosse) já se encontra maneta... tal mãe...tal filha :(





2 comentários:

Sofia disse...

Lembraste da 1º barbie (barbie Nautica) que tivemos, eu arranquei-lhe a cabeça ao fim de uma horas, foi uma choradeira... o que me valeu foi a tua paciencia infinita, é para isso que servem as gemonzinhas mais velhas heheheheheh.

Major Alvega disse...

Prezada Marechal ...

Permita-me, desde já, expressar a mais sincera e condolente solidariedade, pelos infortúnios da infância, que tão Augusta individualidade (Vossemecelência, portanto) foi obrigada a gerir e a debelar sabe Deus a que custo.

Qualquer troca de informação, mais ou menos confidencial, concernante às artes e manhas de Educar vs. Punir as fantásticas e insubstituíveis criaturas denominadas Irmãos, seria, por ora, obviamente atemporal, portanto permita-me consolá-la com a célebre frase: ..."cada um só tem o que merece" ... e também ..."quem sai aos seus, não degenera"...

Assim sendo, e por conseguinte, after all et à cause de ... resta apenas aguardar que a petiza sobrinha da marechal, herde da tia o excelente bom gosto na escolha da manicure, que lhe permite exibir publicamente, sem pudor nem temor, as impecáveis cutículas da F2 e F3 que deixam todo e qualquer um verde de inveja.

Abracinhos para o estado maior
Xi-Corações à manicure ...



E para que não abram fogo!
Vou dar às de "Vilas Diogo"